Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Experiência e cultura: contribuições de E. P. Thompson para uma história social da escolarização

Luciano Mendes de Faria Filho e Liane Maria Bertucci

Veja o Artigo

Resumo

Edward P. Thompson, foi o historiador inglês que, utilizando categorias originárias do marxismo de maneira historicizada, enfatizou a importância da análise da experiência humana (seus limites e possibilidades) para o estudo do indeterminado curso da história. A partir das idéias de Thompson, este artigo propõe a discussão do processo de escolarização contemporâneo, partindo do pressuposto que ele acontece em contexto cultural complexo, marcado por diferentes tradições. Tal perspectiva permite pensar as culturas escolares como processo e resultado das experiências dos sujeitos, dos sentidos construídos e compartilhados e/ou disputados pelos atores que fazem a escola. O texto destaca a questão dos tempos escolares, procurando instigar o debate histórico sobre o papel da escola na fabricação e legitimação de representações sociais, na produção de sujeitos (escolarizados ou não) e na construção de formas e padrões de socialização, que são incorporados e refeitos cotidianamente por alunos, professores e país de alunos. Esta discussão da escolarização, na perspectiva da história social thompsoniana, torna possível a reflexão sobre a possibilidade de uma outra instituição escolar, que dialogue de forma mais aberta e menos preconceituosa com as diversificadas experiências e tradições de seus atores.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões